+55 (11) 4652-4800
contato@arbrospharma.com.br

Por dentro do Processo de granulação

Processo de granulação

Um dos grandes diferenciais da Arbros Pharma & food é o seu processo exclusivo de granulação, ou como chamamos, Processo de transformação granulométrica. Insumos e ingredientes que passam por este processo passam a ter mais possibilidades de utilização em diversas formulações farmacêuticas sem perder suas características físico-químicas. E hoje vamos explicar melhor como funciona este processo.

PRINCÍPIO E CAMPO DE APLICAÇÃO:

O princípio fundamental do Processo de Transformação Granulométrica é agrupar partículas de dimensões reduzidas de forma controlada e uniforme, visando a obtenção de aglomerados com propriedades e características morfológicas próprias, capazes de propiciar os processos abaixo relacionados:

COMPRESSÃO DIRETA

MODULAÇÃO DA LIBERAÇÃO DE PRINCÍPIOS-ATIVOS

AUMENTO DA SOLUBILIDADE DE PRINCÍPIOS-ATIVOS

VEICULAÇÃO DE COMPOSTOS CUJO ESTADO FÍSICO DIFERE AO DA FORMA FARMACÊUTICA NA QUAL É INCORPORADO.

Desenvolvido pela ARBROS PHARMA & FOOD, o Processo de Transformação Granulométrica, difere do processo de granulação convencional por não gerar modificações estruturais e morfológicas (visto que não há solubilização do ativo) que alterem as características físico-químicas primárias da substância, sua solubilidade ou biodisponibilidade.

COMPRESSÃO DIRETA

As propriedades intrínsecas do fármaco são fundamentais para determinação de sua capacidade de incorporação à forma farmacêutica pelo processo de compressão direta. Isto ocorre em virtude das características físicas próprias de fluxo, compressibilidade, tamanho e densidade de partículas.

As estruturas aglomeradas (agrupamento de partículas) obtidas, apresentam maior resistência física, poder de compactação e escoamento, reunindo propriedades que viabilizam o emprego desta via de fabricação.

O objetivo primário do Processo de Transformação Granulométrica é permitir a veiculação, em processo a seco, de ativos cujas características reológicas usualmente determinam sua incorporação à forma farmacêutica de dispensação por meio da via úmida.

MODULAÇÃO DA LIBERAÇÃO DE PRINCÍPIOS-ATIVOS

De acordo com o balanceamento qualitativo / quantitativo dos excipientes empregados, é possível modular a liberação do ativo, visando à obtenção de uma forma farmacêutica de liberação prolongada.

AUMENTO DA SOLUBILIDADE DE PRINCÍPIOS-ATIVOS

Agregando-se, à partícula primária, excipientes capazes de alterar sua molhabilidade, obtêm-se ativos com maior solubilidade. Como resultado do emprego desses excipientes, os quais imprimem características diferenciadas próprias à matéria-prima resultante, é possível adequar a dissolução do produto formulado.

VEICULAÇÃO DE COMPOSTO CUJO ESTADO FÍSICO DIFERE AO DA FORMA FARMACÊUTICA NA QUAL É INCORPORADO

Observando a dificuldade de incorporação de substâncias líquidas em meios sólidos, a ARBROS PHARMA & FOOD direcionou sua tecnologia para mais um campo de aplicação: a veiculação na forma sólida, utilizando matriz inerte, em processo especialmente concebido para oferecer ao mercado um produto de fácil manipulação.

Exemplo de desenvolvimento nesta área é o Simeticone DC 30, cujo estado físico permite a formulação por compressão direta, evitando a adoção da forma primária, oleosa, do composto em questão.

Quer saber mais sobre este processo exclusivo e suas infinitas possibilidades? Quer conhecer mais sobre os nossos projetos já realizados na área de granulação? Falem com nossos consultores.

 

Nenhum comentário

Adicione seu comentário